Rust Miner – Mais que acessórios, um estilo de vida


        rust 1

         Ouvi falar na Rust Miner assim que cheguei a Jaraguá do Sul, uma das primeiras pessoas que conheci me contou sobre, e disse que eu adoraria o trabalho deles. O tempo passou e ouvi mais e mais falar sobre estes acessórios absolutamente incríveis, e com uma filosofia de criação singular e consciente.

            Porém, esta semana, tive a oportunidade de conhecer os artistas por trás da Rust pessoalmente, e além disso conhecer o ateliê onde acontece toda a transformação, dos materiais garimpados por eles, em acessórios exclusivos.

            A marca começou com uma vontade pessoal de ter acessórios masculinos mais artesanais e originais, partiram para a prática e começaram a desenvolver, junto a isso, a consciência da necessidade de reaproveitar, e a possibilidade infinita que materiais, aparentemente sem uso, poderiam ter na confecção dos acessórios causou uma motivação a mais. Além desta vontade, amigos e amigas também contribuíram para a evolução dos produtos, que hoje conta com peças masculinas e femininas.

rust 3

            Acompanhando um pouquinho e conversando sobre o trabalho, se percebe a diferença pontual, as peças são obras de arte, e é muito difícil segmentar e dar uma sequência lógica para o trabalho, as peças vão surgindo, hora inspirada pelo material garimpado, hora pela necessidade de um acessório final específico, e ainda por histórias, momentos e pessoas que compartilham das ideias e ideais da Rust. A Planar Filmes registrou de forma incrível o processo criativo:

            E os meninos por traz da Rust Miner não param por aí, estão indo além e levando este projeto idealizado em Jaraguá, para vários lugares, além de estarem mudando seu ateliê para a Ilha da Magia (Floripa), com certeza muitas realizações sendo concretizadas, com uma ideia que surgiu sem pretensões, e hoje já é muito mais que uma marca de acessórios e sim um estilo de vida.

            Os idealizadores deste projeto são Raphael Fagiolo e Léo Begin, pessoas especiais, que enxergam o mundo por uma lente singular, pessoas que despertam inspiração, e transbordam energia boa. Tem muito mais sobre o trabalho da Rust Miner, lá no site http://www.rustminer.com

rust 2

Léo Begin, eu e Raphael Fagiolo

Acompanhem o trabalho maravilhoso desta marca que, com certeza, está caminhando para um futuro ainda mais brilhante. E tem tudo a ver com o espírito do quemdiriagurias.


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *