Quanto vale a aparência?


         Quanto vale a aparência? Quanto vale parecer o que se idolatra, até onde se vai para tornar-se o que se idealiza, as pessoas não tem limites quando desejam algo com muita determinação, mas hoje aparentar ser alguém, é muito mais que sonho, muito mais que ambição, se tornou uma obsessão, que não encontra limites para chegar onde quer.

            Homens e mulheres se submetem, se sujeitam, se rebaixam, em troca de aparências, quanto amor envolve um Rei do Camarote, quanto carinho existe por uma mulher fruta, quanta reciprocidade em um relacionamento de ficção, contratos, troca de favores, perfis que se completam, que juntos causam a impressão desejada, quanto vale colocar a máscara, vestir a carapuça, quanto vale abrir mão da essência, ou seria a aparência uma nova personalidade?

            Apartamentos de luxo, cabeças sem conteúdo, carros importados, remédios pra depressão, festas glamorosas, camas geladas, roupas grifadas, sentimentos vazios… Quanto vale a aparência, quanto às pessoas estão dispostas a abrir mão para parecer ser, quanto estão dispostas a deixar de ser para aparecer… Prioridades completamente distorcidas, até onde vale abrir mão de valores para esbanjar cifras…

            Para alguns vale muito, para alguns vale abrir mão das manias, vale trocar preferências, vale mudar o estilo, vale aguentar situações, a aparência vale muito, vale o quanto o dinheiro puder pagar, vale quem dá mais, vale o melhor contrato, o melhor acordo, vale quem dispuser de beleza e desejar viver uma vida aparente, mas será que vale ver a vida passar?

            Quanto vale a aparência?

Nos sigam lá gente

Insta – @quemdiriagurias

Fanpage – Quem diria gurias

Insta Camila – @lilaemsanta


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *