Portugal #Aveiro


       Oiii meu povoo! Hoje vamos falar de Aveiro, a Veneza portuguesa, uma cidade cheia de magia, diferente do que estou acostumada a ver por aqui, Aveiro é muito colorida e revitalizada, um Concelho (gente descobri que CONCELHO aqui é com C mesmo!) que se reinventou para crescer.

       Quero primeiramente pedir desculpas por não ter postado um lugarzinho novo semana passada, mas foi por um bem maior eu estava em um workshop de Marketing Digital, para melhorar as coisas por aqui, o que é sempre bom!

      Mas vamos deixar de papo e ir ao que interessa, Aveiro é a capital do Distrito de Aveiro, que inclui Mealhada, Arouca, Ovar, Vagos entre outros. Mas o Concelho em si é um show a parte, o Rio Aveiro atravessa a cidade, claro que em proporções beeemmm menores que Veneza, mas tem um charme único.

      Quando cheguei lá, fui direto para o passeio de Barco Moliceiro, que é assim chamado pois antigamente era usado para colher moliço, que são uma plantas aquáticas que nascem no leito do rio, hoje em dia são usados para o transporte de turistas.

      O passeio te leva pelo rio e proporciona uma bela apreciação da cidade, no barco que eu estava haviam franceses, espanhóis e americanos e nós brasileiros, a guia por sua vez explicava em todas as línguas, o que por sinal me deixou chocada neh, já que quase morro para aprender inglês.

      De dentro do barco pude ver o monumento aos ovos moles, doce famoso e maravilhoso, tradicional de Aveiro, também passamos pelas pontes históricas e monumentos, e pelo grafite famoso em homenagem ao Atita, um morador local que salvou muitas pessoas no mar.

Monumento em homenagem aos Ovos Moles.

Grafite Atita.

        E olhem o que eu achei, todo processo artístico para grafitar este painel! Muito legal gente!

     Inclusive ano passado a Globo fez uma matéria sobre Aveiro, não que eu pague pau para esta emissora, de jeito nenhum, mas ficou bem legal e também mostra algumas curiosidades.

     Também passamos pelos armazéns de sal, que hoje em sua maioria estão desativados, e sendo utilizados para outros fins, a produção de sal foi, por muito tempo, muito importante para a economia de Aveiro, e ainda hoje salinas em laboração, e um armazém que ainda funciona.

Armazém de Sal, o único que ainda está em funcionamento.

      Neste mesmo trajeto passamos pela casa e atelier da estilista Anabela Quinta, que é muito conhecida em Portugal, e do barco se pode ver, pela casa com vidros grandes ela trabalhando, e também algumas de suas criações.

      Depois do passeio de barco, caminhei mais um pouco pela cidade, visitei o Mercado do Peixe e também o Museu Arte Nova,  a cidade parece um cenário de novela, e o dia também ajudou, pois estava realmente lindo.

Museu Arte Nova

Para finalizar este passeio lindo, ainda passei na praia da Costa Nova, que parece uma cidade de bonecas, o tempo já tinha fechado e não consegui tirar muitas fotos, mas se quiserem ver mais olhem esse link aqui

Bom, acho que vamos encerrar por aqui, mas como vocês podem ver, Aveiro e seus Concelhos são um show, tudo lindo! Espero que tenham gostado, semana que vem tem mais!

Beijos

Camila Amaral

Nos sigam lá gente

Insta – @quemdiriagurias

Fanpage – Quem diria gurias

Insta Camila – @lilaemsanta

 


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *