Ponte de Laguna – Anita Garibaldi 2


ponte 1

Foto do meu cel – 11/07/2015

          Pontes ligam lugares, encurtam distâncias, e demoram para serem construídas, pelo menos no Brasil. Mas hoje é dia de comemorar, hoje, a essa hora a Ponte Anita Garibaldi, (arrasaram no nome, bonita homenagem)

que atravessa o Canal das Laranjeiras, que faz parte da Lagoa Santo Antônio dos Anjos, no distrito de Cabeçudas em Laguna, já terá sido inaugurada em grande estilo, com direito a presença da Presidenta (polêmica) Dilma e do Governador Raimundo Colombo, entre outros ditos importantes para esta data.

ponte 3

Foto do meu cel – 11/07/2015

Mas o fato é que não estou aqui para falar sobre política, e nem sobre a demora da construção desta obra, mas sim, para despertar o olhar para a beleza e exuberância desta construção, e pelo enorme benefício rodoviário e visual que ela trará a todos que fazem seu uso. E para abrir a categoria lugares do quemdiria, achei que este “Novo cartão postal de Laguna”, como está sendo chamada, me privilegiou com o presente de estar pertinho e poder registrar um de seus testes de luz.

ponte 2

Foto do meu cel – 11/07/2015

A Ponte de Laguna garante um show a parte para quem passa, a terceira maior ponte do Brasil, se torna encantadora com sua dança de luzes misturada a da água da Lagoa, para aqueles que apreciam o belo, é uma experiência que vale muito a pena.
São 182 postes que iluminam toda sua extensão, e 3 cores que se revezam na sua estaiada, o projeto teve início em 2010, e agora quase cinco anos depois está sendo concluído, muitos tecem comentários críticos, mas se pensarmos que a ponte Henrique Lage, que nos serve até o momento, foi construída em 1934, hoje estamos fazendo parte de um novo marco na história, e poderemos contar aos nossos filhos e netos que vimos todo este projeto ser construído, contaremos sobre os engarrafamentos intermináveis e todas as histórias que eles nos proporcionaram.

ponte 4

Foto enviada por amigo – 13/07/2015

Então que esta nova ponte sirva para encurtar distâncias, possibilitar viagens, facilitar o transporte de cargas, e para nos fazer perceber o passar do tempo e o desgaste que ele causa, para que a gente seja capaz de valorizar mais tudo aquilo que consideramos importante, e saber que as relações assim como as pontes também demoram para serem construídas, menos críticas e mais capacidade de reconhecer o belo.

P.S.: Minhas fotos não estão lá essas coisas, e eu não tinha nenhum dos meus super colaboradores fotógrafos para registrar esse momento, mas se quiserem ver mais fotos, o fotógrafo Ronaldo Amboni tem imagens lindas.


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Ponte de Laguna – Anita Garibaldi