Ousadia


ro 18

Durante a faculdade essa característica virou gíria em nossas bocas, utilizamos para classificar muitas coisas, roupas, combinações, atitudes, cores de batons, baladas, trabalhos excelentes, mas nunca deixamos perder seu sentido original, pois a ousadia, em seu significado mais especifico é a coragem de fazer algo novo, diferente de arrogância, a ousadia é o arrojo diante do corriqueiro.

Eu gosto de pessoas ousadas, meus amigos dizem que sou ousada, gosto de ousar, mas a ousadia para ser admirada, e colocada como qualidade tem que ser legítima, verídica, ela não pode vir forçada pela necessidade de querer ser ousado, de precisar ser ousado para se sentir inserido em um grupo, para se sentir dentro do que classificaria como “ideal”. Minhas ousadias se limitam a minha espontaneidade, pois se for preciso criar um personagem para ousar, já não perdeu o sentido.

Levada para seu lado obscuro, à ousadia tem outras facetas, e outros significados, a ousadia pode indicar atitudes sem prudência, ações feitas para declarar autenticidade, mas que na verdade se transformam em prepotência, e até em ignorância, estes ousados não são autênticos, querem se camuflar às custas da ousadia, ele são petulantes, e desmerecem uma característica tão bonita.

Existem também aqueles que forçam ousadia, tá na moda ser espontâneo, agir “naturalmente”, mas é um naturalmente ensaiado, naturalmente forçado, confundem ousadia com falta de educação, abrem a geladeira na primeira visita, vão de havaianas em casamentos, tiram selfies com o defunto, me poupem, mas isso não é ser ousado.

Só que tem mais uma face da ousadia que me fascina, porque além de ser legítima e espontânea, a ousadia é libidinosa, só que como nos outros casos, não adianta forçar, não adianta querer ser, ou você é ou não é, a ousadia entre os lençóis, a ousadia de um beijo bem dado, a ousadia de uma roupa bem arrancada, quer maneira mais autentica de ousadia? Assim como nos seus outros significados não adianta ensaiar, ousar não tem roteiro, ousadia é improviso, e improviso só faz quem sabe.

A validade da ousadia só se concretiza quando o ousado consegue transformá-la em elogio, ela é uma característica, mas devia ser qualidade sempre, usá-la como defeito é um desperdício, e sei que tudo isso pode parecer pouco ousado, e até muito clichê, mas são nos maiores clichês que aparecem as grandes diferenças causadas pela ousadia.

 

 


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *