Curiosidades #Tremoços: o camarão dos pobres 2


       A primeira vez que vi Tremoços foi em Caldas da Rainha na feirinha ao ar livre que tinha por lá, mas neste dia não fiquei sabendo do que se tratava. Tempos depois descobri, que Tremoços são os camarões dos pobres…hahah. Quem me disse isso foi um português, então não me linchem, eles brincam aqui, e chamam assim, pois é o acompanhamento sempre presente ao tomar uma Imperial, e bem mais barato que camarão!

         Pra mim foi uma novidade, é um aperitivo típico português, e confesso não me causou grande paixão, mas por aqui é muito apreciado, nas pesquisas descobri que existem em algumas cervejarias do Brasil, mas nunca tinha visto, se alguém comeu tremoço no Brasil me conta!

          Os Tremoços, são as sementes do Tremoceiro, uma planta usada para “segurar” o solo, mas não pode ser usado como alimentação animal, porque pasmem, ele é venenoso, contém altíssimo teor de alcaloides, mas segundo dizem com o processo de fervura e conserva, ele se torna comestível.

        E o tremoço está ganhando espaço, um jovem português, acabou de criar uma marca da iguaria, o 3mosso, que chega com uma ideia super atual, o produto será vendido em uma carrinha como eles chamam aqui, que nada mais é que um mini food truck, achei muito legal, e a marca oferece os tremoços em 3 sabores, simples, com alho e orégano e picante! Parece que a “gourmetização” chegou por aqui, e o empreendedor não deu ponto sem nó, já que está lançando a 3mosso no verão, e promete estar presente em vários festivais de música que acontecem nesta estação!

       Na mesma onda já apareceu a Tremoçaria, que segue a mesma linha da 3mosso, e também atua de maneira itinerante, viajando o país, principalmente participando dos festivais e festas de verão, que são super valorizadas pelos portugueses.

     As tremoceiras tem várias espécies, com flores de muitas cores, mas as comestíveis são geralmente amarelas e brancas, as tremoceiras também podem ser usadas para enfeitar jardins.

       Bom gente, acho que é isso, achei que devia dividir com vocês este curioso aperitivo português, quem tiver a oportunidade não deixe de provar, não é nenhuma maravilha, sem igual, mas para acompanhar uma cervejinha gelada é gostoso!

       Espero que tenham gostado e conto com aqueles comentários, críticas e sugestões de sempre!!

Beijos

Camila Amaral

 

Nos sigam lá gente

Insta – @quemdiriagurias

Fanpage – Quem diria gurias

Insta Camila – @lilaemsanta


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Curiosidades #Tremoços: o camarão dos pobres

  • Iolanda Maria da Cunha Prates

    Oi Camila, eu já experimentei e como você bem disse, não é nada demais, mas curiosidades a parte parabenizo você pelo tema, pelo olhar atento e pela pesquisa.
    Suuuuper beijo!!!!

    • Camila Amaral
      Camila Amaral Autor do post

      Oiii Landa, obrigada, sim, já descobri também que tem uns temperados que são melhores, mas ainda não encontrei. Mais uma vez obrigada, é muito gratificante cada vez que vejo teus comentários! Beijos