Curiosidades #Páscoa em Portugal


       Oii povooo, hoje decidi falar de um assunto muito gostoso, que para mim é bastante presente, no Brasil a Páscoa costuma ser, pelo menos na minha família, um evento, pois geralmente nos reunimos, cozinhamos, arrumamos a casa, pintamos ovinhos e esperamos o coelho, neste ano, aqui de Portugal não esta sendo diferente, já pintamos ovinhos, fizemos guirlanda de balas e estamos preparando tudo para a comemoração.

       Mas aí comecei a pensar se estes costumes existiam por aqui, já que Portugal também é um país originalmente católico, foi quando comecei a perguntar e saber como funcionava. E existem sim algumas tradições bem singulares, e que variam de acordo com a região do país. Um tuga falou-me que acredita, que nós brasileiros, comemoramos mais as datas que eles, me ocorreu que talvez o capitalismo no Brasil esteja mais acentuado, fazendo assim maior alvoroço em torno das datas comemorativas.

       Mas deixando isso de lado vamos conhecer um pouquinho do que acontece na Páscoa aqui no velho continente. Vou listar abaixo as tradições mais fortes por aqui:

Limpeza da casa – Compasso

       Nesta época é comum limpar a casa, de norte a sul do país todo mundo se prepara para receber a visita Pascal, que nada mais é que o Compasso, que simboliza a entrada de Jesus nos lares, que é a visita do Padre, para abençoar todos que ali vivem. Todos se ajoelham na sala e beijam a cruz, depois sentam-se a mesa para apreciar os quitutes, licores e vinho do Porto.

Madrinhas e Padrinhos

      Também é tradicional que as madrinhas e padrinhos ofereçam uma prenda (presente) aos afilhados, que geralmente é um Folar (tipo de bolo), em contrapartida os afilhados devem oferecer, no Domingo de Ramos, um ramo de Oliveira aos padrinhos e um ramo de violetas as madrinhas.

Jejum

        O jejum é semelhante ao Brasil, na quaresma evita-se comer carne às sextas-feiras por respeito à Jesus Cristo ter sido crucificado em uma sexta. Porém no Domingo de Páscoa já se come carne, principalmente borrego e cabrito como se fazia antigamente.

Comidas

        Bom Portugal é um país de gastronomia muito rica e na Páscoa não seria diferente, a iguaria mais tradicional é o Folar de Páscoa, que é como um bolo, e é muito doido, porque tem um ovo cozido com casca no meio dele, mas esse folar muda de região para região, pode ser doce ou salgado.

        Outra coisa que tem por toda parte são as amêndoas, de tudo que é jeito, os mercados estão cheios de variações delas, e é bem tradicional por aqui. Na sexta-feira santa também se come peixe, então bacalhau e atum estão no cardápio. Para o domingo de Páscoa a carne vermelha está liberada, e a variedade é grande.

       Esse vídeo ensina como fazer o Folar, e é muito engraçado! Vou fazer o meu aqui, e depois posto no Insta @quemdiriagurias e na Fan Page  pra gente ver se da certo!!

https://www.youtube.com/watch?v=3ud1NaMa9hU

Outra curiosidade é que na Páscoa as escolas tem um período de férias, que são de 10 dias, eles chamam de férias de Páscoa, e isso é assunto para outro post, pois o calendário escolar deles é completamente diferente do nosso.

Espero que tenham gostado destas curiosidades e que me mandem sugestões sobre o que gostariam de ver por aqui!

 

Beijos

 

Camila Amaral

 

 


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *