Cinema em Portugal e Espanha


Como tudo, alguns costumes mudam de país para país, com o cinema em Portugal e Espanha não seria diferente. Tanto em Portugal, quanto na Espanha existem particularidades quando falamos em cinema.
Como eu já contei em outros posts eu sou uma cinéfila assumida, vou menos ao cinema do que gostaria, porém vou sempre que dá.

PORTUGAL

Em Portugal fui várias vezes, e algumas curiosidades valem a pena ser contadas. A coisa mais bizarra de todas é, que em todas as salas de cinema de Portugal tem um intervalo no meio do filme.
Se você pensou como assim? Eu também pensei na primeira vez que vivenciei, porém é isso mesmo, são 15 minutos para ir ao banheiro, comprar pipoca, ou mesmo fumar um cigarro, já que muitas pessoas fumam por aqui, é estranho, mas depois acostumamos e já fica natural.
Outra coisa que me chamou muito a atenção foram os nomes, mesmo tendo a mesma língua, muitos filmes tem nomes diferentes, e para nós brasileiros soa muito engraçado:
– Velozes e Furiosos = Velocidade furiosa
– 50 Tons mais escuros = 50 sombras mais negras
– Meu malvado favorito = Gru o maldisposto
Engraçado né!

 

Ajude o Quem diria gurias a crescer e compartilhe este post nas redes sociais!

Você também pode gostar:

ESPANHA

Aqui na Espanha a coisa complica um pouquinho, pois a maioria das salas só passam os filmes dublados, em espanhol claro, então para ver um filme americano com o áudio em inglês, e a legenda em espanhol é preciso pesquisar bastante.
Além da dublagem, no mais é bem tranqüilo, não tem intervalo e se parece com o Brasil.
Então espero que tenham gostado destas curiosidades, sempre que puder vou tentar contar pra vocês um pouquinho do que eu vejo por aqui e que percebo ser diferente do Brasil.
Porque acho que compartilhar as experiências é o melhor de estar vivendo fora, quando encontrava alguém que tinha vivido fora tinha uma lista de perguntas.
Mas agora entendo, que claro, o tempo vai passando e a gente vai acostumando com as coisas que no início parecem tão diferentes, e esquecemos que para quem não está aqui, elas continuam sendo!

 

Nos sigam lá gente

Insta – @quemdiriagurias

Fanpage – Quem diria gurias

Insta Camila – @lilanomundo


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *