Amigas


            lila (10)

           Elas tem o pior e o melhor mim, conhecem meus dias de luta e meus dias de glória, sabem que a beleza das rosas valem o incômodo dos espinhos, e também aguentam o que trago de doce e amargo.

            Elas sabem que sou calmaria e tempestade, que sou sorriso e choro, sabem que meu peito não é de silicone, e como boa brasileira sou bunda sim, elas adoram minhas mentiras sinceras, são meu dia especial, são aquelas que me dão a mão.

            Elas são minha torta de amora no jantar, são meu batom vermelho para os conselhos, são minha questão de ser da felicidade, e elas são elas, são mulheres que fazem os garotos se sentirem só garotos.

            Elas são a art-nouveau da natureza, elas trocam meus cheques, enquanto ainda acho que sou uma menininha, são meus dias de paz, meus dias a mais.

            E eu poderia parafrasear todo talento brasileiro para tentar descrevê-las, para tentar demonstrar o que elas são pra mim, mesmo sabendo quem eu sou, mas eu não quero que elas sejam mais ninguém além delas mesmas, pois o que elas sabem, o que nós sabemos, é que somos amigas, e isso não precisa de nenhuma explicação.

P.S.: Este post é uma homenagem às minhas amigas, por este e por todos os dias, valorizem as amizades, elas valem muito!! Beijos


Camila Amaral

Sobre Camila Amaral

Não tenho uma história bonita pra contar, de que comecei a escrever poesia com nove anos, ou que respiro porque escrevo. Sempre gostei muito de ler, e sempre gostei muito de contar histórias, mas escrever, escrever mesmo, só se tornou recorrente quando me prontifiquei a materializar esse projeto, que hoje é meu, mas também é das minhas amigas, que tanto insistiram e me fizeram prometer que ele existiria. Mas vejo, nesse pouco tempo, que comecei a passar minhas ideias e histórias para o papel, como isso tem me feito bem, e tem me ajudado nessa busca diária de me tornar um ser humano melhor, mais cheia de alma, e mais cheia de calma, percebo como isso tem me feito enxergar o que antes não via, e observar o comportamento das pessoas infinitas vezes mais que antes. Meus escritos sempre tem muito de mim, mas também tem muito do que eu observo, ouço, aprecio e absorvo por aí, um pouco fruto da realidade, um tanto fruto da imaginação. Designer de Moda por formação, sempre pronta pra me reinventar e começar de novo, graças a Deus ideias e sonhos não tem prazo de validade, e nem limite de utilização. Sou privilegiada pelas muitas “famílias” que tenho e que ganhei ao longo dos meus vinte e poucos, me sinto especial quando percebo o tanto de gente incrível me rodeia, e são esses seres mágicos, os lugares, os cheiros, gostos, os sabores, as dores, e as alegrias, os sonhos e as realizações, o dia-a-dia e o excepcional que me inspiram e servem como fonte infinita para escrever e contar pra vocês um pouquinho de como eu enxergo esse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *